Existe um mercado gigantesco para ser conquistado

Ideia 6 de 99.

É preciso se libertar da própria bolha para enxergar melhor a realidade. Quem está inserido no contexto da produção cultural pode ter a percepção de que as pessoas no geral tem interesse de consumir atividades culturais, porém, os resultados de pesquisas e o dia a dia dos espaços culturais revelam o contrário.


As vezes um espaço cultural cheio pode dar uma percepção distorcida da realidade. Se uma cidade possui 100 mil habitantes com um teatro para 100 pessoas e toda semana nas duas sessões do fim de semana 90 pessoas diferentes ocupam ele, teremos ao final do mês 720 pessoas consumindo cultura e ao longo do ano 8.640. Para um espaço cultural uma taxa de 90% de ocupação é extremamente otimista, contudo se comparado à quantidade de habitantes 8,64% é um resultado baixíssimo.


A situação piora quando temos cinema em apenas 10% das cidades do Brasil e menos de 1% possuem teatros. Os museus se concentram apenas nas capitais e cidades históricas. Tudo isso dificulta o acesso a equipamentos culturais que resulta na perda de interesse.


O cenário é problemático, porém é proporcional ao tamanho da oportunidade. Se em uma cidade de 100 mil habitantes, apenas 8 mil frequentam um espaço cultural, temos 92 mil como potencial de público. Não é uma tarefa fácil , mas é desafiadora.


É preciso conquistar público. Convencer as pessoas de que vale a pena. Ressaltar os benefícios. Criar experiências que atraiam a atenção delas e , principalmente, entender que não dá para ficar apenas procurando culpados, é preciso tomar a frente e trazer os milhões para a plateia.

© 2020 por Clubean

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Preto Ícone Facebook